RSS
  • Destino desse journal -> www.progshine.com

    10 feb 2008, 13:05

    E ae galera!

    Finalmente venho aqui escrever nesse novo ano de 2008.
    Estou finalizando as postagens nesse journal por tempo indeterminado. A partir de agora escreverei sobre música, principalmente progressivo, no site Progshine ( www.progshine.com ), novo projeto do autor do famoso blog de mesmo nome, o Diego, e onde sou colunista agora.
    Vocês já podem ver dois textos meus lá, são esses:
    40 Anos de Jethro Tull : http://progshine.com/?page_id=433
    Post Rock : http://progshine.com/?page_id=489

    É isso, me transfiro exclusivamente pra lá, assim convido os que liam o que escrevia aqui a irem para lá (se é que há alguém, hehe).

    Abraço a todos!
  • Natal? Jethro Tull Christmas Album e Rock Symphony!

    21 dec 2007, 17:38

    É Natal!
    Época de comer panetone e ouvir Jethro Tull!

    Tá bem, ok, sei que qualquer época pra mim é época pra ouvir Jethro Tull, mas me refiro ao álbum de 2003 da banda, The Jethro Tull Christmas Album, um belíssimo trabalho da banda e perfeito pra ser ouvido nesses dias natalinos.
    Santa Ian Claus ai do lado, embaixo da minha foto, que o diga!

    Mas esse não foi o primeiro lançamento com tema natalino do Tull.

    Vi esse EP no E-bay, capa muito bonita, 4 faixas.

    Ok, natal, panetone, Tull, mas e os presentes?
    Para os viciados em música de plantão, a Rock Symphony, loja e selo brasileiro de rock progressivo, está com descontos muito bons mesmo. Visite o site aqui: http://www.rocksymphony.com
    Eu já fiz minhas compras, apesar de todos os presentes serem pra mim mesmo! Hahaha.

    Comprei do CD Volume 7 do Violeta de Outono, disco esse que eu já queria há umt empo. É simplesmente maravilhoso, uma obra prima! Mas em breve o Violeta terá um journal só para ele.
    Além disso, comprei o disco A Gaze Between The Past And The Future da banda Tarkus. Já ouvia falar da banda há muito tempo, e depois do São Paulo Art Rock, fiquei mais curioso ainda, por ser a única das bandas que eu não conhecia. Na verdade, ainda não conheço, nunca ouvi nada, estou na espera de o CD chegar para conferir. Não gosto de comprar no escuro, mas foi tão bem recomendado que há de ser bom. Chegando comento aqui.
    Para completar os discos comprados, mandei vir o Ruínas Circulares do Alpha III, banda do Amyr Cantusio, de quem já falei aqui, no journal sobre o II Cultura Rock Votorantim. Esse tenho certeza que é coisa boa, o Amyr é muito bom.
    Mas as compras não pararam por ai. Pra fechar o carrinho, comprei a Enciclopédia do Rock Progressivo, de Leonardo Nahoum.


    Já ouvi falar muito dele, e essa é uma edição atual, apesar de que estranhamente não totalmente atualizada em relação à de 1995. Mas creio que não vou me arrepender. Falarei mais dela quando chegar.

    Agora a melhor parte, os preços! (Clique no produto para ir à sua página no site da Rock Symphony)
    Volume 7 : R$ 13,70
    A Gaze Between the Past and The Future : R$ 10,95
    Ruínas Cirulares : R$ 10,95
    Enciclopédia do Rock Progressivo : R$ 27,45


    Bem, por hoje é isso. Ano que vem continuo por aqui, falando sobre música, como sempre.


    Feliz Natal e um òtimo Ano Novo a todos!
  • 1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer

    9 dec 2007, 23:46

    Calma! Eu não vou listar 1001 discos aqui, talvez um dia, hoje não.
    Hoje, andando pelo livraria vi um livro com o nome desse post, e atacado pela irresistível vontade de gastar quando se tem alguma graninha no bolso, junto com meu vício em música, comprei.



    Não que a opinião de alguns críticos me pareça realmente relevante (já li cada crítica lastimável), ou que todos os discos listados sejam bons, mas é um livro bonito, cheio de imagens e fotos, e com um informações legais dos discos, apesar de eu ter sentido falta de listarem os músicos que tocam em cada um, por mais que isso esteja em alguns textos, separada num quadrinho ao lado essa informação ficaria bem.
    Numa folheada rápida vi alguns clássicos do prog, do rock clássico, de jazz e outras coisas, e também vi, por outro lado, uns popzinhos bem sem vergonha.
    No geral, uma boa aquisição, já vi várias coisas sobre as quais vou pesquisar mais depois, outras das quais já ouvi falar mas não procurei ouvir e outras das quais não gostei, mas às quais pretendo dar outra chance.
    Muito bom também pra, num dia em que se quer ouvir algo diferente, folhear ao léu, pegar um disco qualquer e se aventurar às cegas.


    Edit: Eu disse ontem que não ia listar 1001 álbuns né? Mas hoje eu achei a lista dos álbuns do livro e resolvi colocar aqui. Ela é referente à edição de 2005, portanto pode conter algumas diferenças em relação à edição atual, principalmente nos álbuns mais recentes, já que a atual vem até 2007.
    Segue a lista:

    1950s

    o Sinatra, Frank – In the Wee Small Hours
    o Presley, Elvis – Elvis Presley (1956)
    o Louvin Brothers – Tragic Songs of Life
    o Prima, Louis – Wildest
    o Domino, Fats – This is Fats
    o Ellington, Duke – At Newport (1956)
    o Sinatra, Frank – Songs for Swingin’ Lovers!
    o Crickets – Chirping…
    o Basie, Count – Atomic Mr Basie
    o Monk, Thelonious – Brilliant Corners
    o Sabú [Martínez] – Palo Congo
    o Davis, Miles – Birth of the Cool
    o Machito – Kenya
    o Little Richard – Here’s…
    o Puente, Tito & His Orchestra – Dance Mania (1958)
    o Holiday, Billie – Lady in Satin
    o Elliott, Jack – Jack Takes the Floor
    o Vaughan, Sarah – At Mister Kelly’s
    o Fitzgerald, Ella – Sings the Gershwin Song Book
    o Charles, Ray – Genius of… (1959)
    o Davis, Miles – Kind of Blue
    o Robbins, Marty – Gunfighter Ballads & Trail Songs
    o Brubeck, Dave – Time Out


    1960s

    o Baez, Joan – Joan Baez (1960)
    o Presley, Elvis – Elvis is Back!
    o Makeba, Miriam – Miriam Makeba (1960)
    o Everly Brothers – A Date with the…
    o Smith, Jimmy – Back at the Chicken Shack
    o Muddy Waters – At Newport
    o Evans, Bill – Sunday at the Village Vanguard
    o Charles, Ray - Modern Sounds in Country & Western Music
    o Booker T & the MGs – Green Onions
    o Getz, Stan & Charlie Byrd – Jazz Samba
    o Price, Ray – Night Life
    o Beatles – With the…
    o Dylan, Bob – Freewheelin’…
    o Spector, Phil & Various Artists – A Christmas Gift for You
    o Cooke, Sam – Live at the Harlem Square
    o Mingus, Charles – Black Saint & the Sinner Lady
    o Brown, James – Live at the Apollo (1963)
    o Getz, Stan & João Gilberto – Getz/Gilberto
    o Beatles – A Hard Day’s Night
    o Brel, Jacques – Olympia 64
    o Burke, Solomon – Rock ‘n’ Soul
    o Springfield, Dusty - A Girl Called Dusty
    o Rolling Stones – Rolling Stones (1st Album)
    o Owens, Buck – I’ve Got a Tiger by the Tail
    o Lewis, Jerry Lee – Live at the Star Club, Hamburg
    o Sonics – Here Are the…
    o Dylan, Bob – Bringing it All Back Home
    o Redding, Otis – Otis Blue… Sings Soul
    o Beach Boys – Today!
    o Coltrane, John – A Love Supreme
    o King, B.B. – Live at the Regal
    o Beatles – Rubber Soul
    o Jansch, Bert – Bert Jansch (1st Album)
    o Byrds, Mr Tambourine Man
    o Dylan, Bob – Highway 61 Revisited
    o Who – My Generation
    o Beatles – Revolver
    o Beach Boys – Pet Sounds
    o Neil, Fred – Fred Neil (1st Album)
    o Byrds – Fifth Dimension
    o Dylan, Bob – Blonde on Blonde
    o Monks – Black Monk Time
    o Kinks – Face to Face
    o Mamas & the Papas – If You Can Believe Your Eyes & Ears
    o Revere, Paul & the Raiders – Midnight Ride
    o Mothers of Invention – Freak Out!
    o Rolling Stones – Aftermath
    o Simon & Garfunkel – Parsley, Sage, Rosemary & Thyme
    o 13th Floor Elevators – Psychedelic Sounds of the…
    o John Mayall’s Blues Breakers – With Eric Clapton
    o Yardbirds – Yardbirds [aka Roger the Engineer] (1st Album)
    o Simone, Nina – Wild is the Wind
    o Gilberto, Astrud – Beach Samba
    o Nico – Chelsea Girl
    o Beatles – Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band
    o Country Joe & the Fish – Electric Music for the Mind & Body
    o Buffalo Springfield – Again
    o Captain Beefheart & His Magic Band – Safe as Milk
    o Moby Grape – Moby Grape (1st Album)
    o Love – Da Capo
    o Beau Brummels – Triangle
    o Monkees – Headquarters
    o Buckley, Tim – Goodbye & Hello
    o Love – Forever Changes
    o Cream – Disraeli Gears
    o Pink Floyd – Piper at the Gates of Dawn
    o Who – Sell Out
    o Velvet Underground - & Nico
    o Sinatra, Frank - Frank Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim
    o Doors – Doors (1st Album)
    o Young Rascals – Groovin’
    o Jefferson Airplane – Surrealistic Pillow
    o Kinks – Something Else by the…
    o Donovan – Sunshine Superman
    o Haggard, Merle – I’m a Lonesome Fugitive
    o Hendrix, Jimi – Are You Experienced
    o Electric Prunes – I Had too Much to Dream (Last Night)
    o Lynn, Loretta – Don’t Come Home a Drinkin’ (With Lovin’ on Your Mind)
    o Sharma, Shivkumar / Brij Bushan Kabra / Hariprasad Chaurasia – Call of the Valley
    o Velvet Underground – White Light/White Heat
    o Hendrix, Jimi – Axis: Bold as Love
    o Franklin, Aretha – I Never Loved a Man the Way I Love You
    o Rolling Stones – Beggars Banquet
    o Traffic – Traffic (2nd Album)
    o Incredible String Band – Hangman’s Beautiful Daughter
    o Kinks – Village Green Preservation Society
    o Shankar, Ravi – Sounds of India (1968)
    o Mutantes, os – Mutantes, os (1st Album)
    o Hendrix, Jimi – Electric Ladyland
    o Cohen, Leonard – Songs of…
    o Cash, Johnny – At Folsom Prison
    o Nyro, Laura – Eli & the Thirteenth Confession
    o Franklin, Aretha – Lady Soul
    o Blue Cheer – Vincebus Eruptum
    o Byrds – Notorious Byrd Brothers
    o Big Brother & the Holding Company – Cheap Thrills
    o United States of America – United States of America
    o Dr John – Gris Gris
    o Iron Butterfly – In a Gadda da Vida
    o Pretty Things – S.F. Sorrow
    o Simon & Garfunkel – Bookends
    o Small Faces – Ogdens’ Nut Gone Flake
    o Band – Music from Big Pink
    o Beck, Jeff – Truth
    o Veloso, Caetano – Caetano Veloso (1968)
    o Walker, Scott – Scott 2
    o Zombies – Odessey & Oracle
    o Morrison, Van – Astral Weeks
    o Byrds – Sweetheart of the Rodeo
    o Beatles – Beatles [aka White Album]
    o Mothers of Invention – We’re Only in it for the Money
    o Young, Neil – Everybody Knows This is Nowhere
    o Captain Beefheart & His Magic Band – Trout Mask Replica
    o Creedence Clearwater Revival – Bayou Country
    o Crosby, Stills & Nash – Crosby, Stills & Nash
    o Blood, Sweat & Tears - Blood, Sweat & Tears (2nd Album)
    o Flying Burrito Brothers – Gilded Palace of Sin
    o Cash, Johnny – At San Quentin
    o Creedence Clearwater Revival – Green River
    o Beatles – Abbey Road
    o Who – Tommy
    o Davis, Miles – In a Silent Way
    o Bee Gees – Odessa
    o Pentangle – Basket of Light
    o Rolling Stones – Let it Bleed
    o Drake, Nick – Five Leaves Left
    o Springfield, Dusty – Dusty in Memphis
    o Presley, Elvis – From Elvis in Memphis
    o Velvet Underground – Velvet Underground (3rd Album)
    o Quicksilver Messenger Service – Happy Trails
    o Led Zeppelin – Led Zeppelin (1st Album)
    o Band – Band (2nd Album)
    o Led Zeppelin – II
    o MC5 – Kick Out the Jams
    o Temptations – Cloud Nine
    o Sly & the Family Stone – Stand!
    o Buckley, Tim – Happy Sad
    o Chicago Transit Authority [Chicago] - Chicago Transit Authority (1969)
    o Fairport Convention – Unhalfbricking
    o Youngbloods – Elephant Mountain
    o Hayes, Isaac – Hot Buttered Soul
    o Grateful Dead – Live/Dead
    o Kinks – Arthur: Or the Decline & Fall of the British Empire
    o King Crimson – In the Court of the Crimson King
    o Cohen, Leonard – Songs from a Room
    o Fairport Convention – Liege & Lief
    o Walker, Scott – Scott 4
    o Stooges – Stooges (1st Album)
    o Spence, Alexander ‘Skip’ – Oar
    o Zappa, Frank – Hot Rats


    1970s

    o Creedence Clearwater Revival – Cosmo’s Factory
    o Derek & the Dominos – Layla & Other Assorted Love Songs
    o Davis, Miles – Bitches Brew
    o Spirit – Twelve Dreams of Dr Sardonicus
    o Black Sabbath – Black Sabbath (1st Album)
    o Doors – Morrison Hotel
    o Carpenters – Close to You
    o Still, Stephen – Stephen Stills (1st Album)
    o Lennon, John – Plastic Ono Band
    o Crosby, Stills, Nash & Young – Déjà vu
    o Black Sabbath – Paranoid
    o Young, Neil – After the Gold Rush
    o Led Zeppelin – III
    o Deep Purple – In Rock
    o Morrison, Van – Moondance
    o Grateful Dead – American Beauty
    o Drake, Nick – Bryter Layter
    o Shankar, Ananda – Ananda Shankar (1970)
    o Who – Live at Leeds(1st Album)
    o Soft Machine – Third
    o Stewart, Rod – Gasoline Alley
    o Harrison, George – All Things Must Pass
    o Simon & Garfunkel – Bridge Over Troubled Water
    o Stevens, Cat – Tea for the Tillerman
    o Traffic – John Barleycorn Must Die
    o Stooges – Fun House
    o McCartney, Paul – McCartney (1970)
    o Santana – Abraxas
    o Barrett, Syd – Madcap Laughs
    o Jethro Tull – Aqualung
    o Crosby, David – If Only I Could Remember My Name
    o Sly & the Family Stone – There’s a Riot Goin’ On
    o Gaye, Marvin – What’s Going On
    o Yes – Yes Album
    o Bee Gees – Trafalgar
    o Who – Who’s Next
    o King, Carole – Tapestry
    o Hayes, Isaac – Shaft: Music from the Soundtrack
    o Allman Brothers – At Fillmore East
    o Rolling Stones – Sticky Fingers
    o Lennon, John – Imagine
    o Beach Boys – Surf’s Up
    o Yes – Fragile
    o Doors – LA Woman
    o Can – Tago Mago
    o John, Elton – Madman Across the Water
    o Parton, Dolly – Coat of Many Colors
    o McLean, Don – American Pie
    o Emerson, Lake & Palmer – Tarkus
    o Led Zeppelin – IV [aka Untitled / aka Four Symbols]
    o Gainsbourg, Serge – Histoire de Melody Nelson
    o Stewart, Rod – Every Picture Tells a Story
    o Emerson, Lake & Palmer – Pictures at an Exhibition
    o Cohen, Leonard – Songs of Love & Hate
    o Mitchell, Joni – Blue
    o Funkadelic – Maggot Brain
    o Joplin, Janis – Pearl
    o Kuti, Fela - With Ginger Baker: Live!
    o Faces – A Nod is as Good as a Wink… To a Blind Horse
    o Flamin’ Groovies – Teenage Head
    o Clark, Gene – White Light
    o Prine, John – John Prine (1st Album)
    o Nilsson, Harry – Nilsson Schmilsson
    o T.Rex – Electric Warrior
    o Bowie, David – Hunky Dory
    o Newman, Randy – Sail Away
    o Deep Purple – Machine Head
    o Big Star – # 1 Record
    o Black Sabbath – Vol 4
    o Steely Dan – Can’t Buy a Thrill
    o Young, Neil – Harvest
    o Mayfield, Curtis – Superfly: Original Motion Picture Soundtrack
    o Slade – Slayed?
    o Deep Purple – Made in Japan
    o Yes – Close to the Edge
    o Reed, Lou – Transformer
    o Masekela, Hugh – Home is Where the Music Is
    o Nascimento, Milton & Lo Borges – Clube da Esquina (1972)
    o Rundgren, Todd – Something/Anything
    o Nitty Gritty Dirt Band – Will the Circle Be Unbroken?
    o Wonder, Stevie – Talking Book
    o Still, Stephen – Manassas
    o T.Rex – Slider
    o Ackles, David – American Gothic
    o Eagles – Eagles (1st Album)
    o Buckley, Tim – Greetings from LA
    o Drake, Nick – Pink Moon
    o Simon, Paul – Paul Simon (1972)
    o Roxy Music – Roxy Music (1st Album)
    o Alice Cooper – School’s Out
    o Temptations – All Directions
    o Bowie, David – Rise & Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars
    o War – World is a Ghetto
    o Green, Al – Let’s Stay Together
    o Rolling Stones – Exile on Main St
    o Lynyrd Skynyrd – Pronounced Leh-nerd Skin-nerd
    o Incredible Bongo Band – Bongo Rock
    o Bowie, David – Aladdin Sane
    o King Crimson – Lark’s Tongues in Aspic
    o Marley, Bob & the Wailers – Catch a Fire
    o Hawkwind – Space Ritual
    o Cale, John – Paris 1919
    o Can – Future Days
    o Reed, Lou – Berlin
    o Genesis – Selling England by the Pound
    o Gaye, Marvin – Let’s Get it On
    o Martyn, John – Solid Air
    o Roxy Music – For Your Pleasure
    o Faust – IV
    o Hancock, Herbie – Head Hunters
    o Mott the Hoople – Mott
    o Oldfield, Mike – Tubular Bells
    o Rundgren, Todd – A Wizard, a True Star
    o John, Elton – Goodbye Yellow Brick Road
    o Steely Dan – Countdown to Ecstasy
    o Jennings, Waylon – Honky Tonk Heroes
    o Pink Floyd – Dark Side of the Moon
    o Wonder, Stevie – Innervisions
    o ZZ Top – Tres Hombres
    o McCartney, Paul & Wings – Band on the Run
    o Sensational Alex Harvey Band – Next
    o Alice Cooper – Billion Dollar Babies
    o Iggy & the Stooges – Raw Power
    o Isley Brothers – 3 + 3
    o New York Dolls – New York Dolls (1st Album)
    o Eno, Brian – Here Come the Warm Jets
    o Bad Company – Bad Company (1st Album)
    o Genesis – Lamb Lies Down on Broadway
    o Otis, Shuggie – Inspiration Information
    o Wonder, Stevie – Fullfillingness’ First Finale
    o Clapton, Eric – 461 Ocean Boulevard
    o Kraftwerk – Autobahn
    o Morrison, Van – It’s Too Late to Stop Now
    o Mitchell, Joni – Court & Spark
    o Queen – II
    o Roxy Music – Country Life
    o Tangerine Dream – Phaedra
    o Sparks – Kimono My House
    o Supertramp – Crime of the Century
    o Thompson, Richard & Linda – I Want to See the Bright Lights Tonight
    o Scott-Heron, Gil & Brian Jackson – Winter in America
    o Queen – Sheer Heart Attack
    o 10cc – Sheet Music
    o Young, Neil – On the Beach
    o Jones, George – Grand Tour
    o Clark, Gene – No Other
    o Steely Dan – Pretzel Logic
    o Newman, Randy – Good Old Boys
    o Marley, Bob & the Wailers – Natty Dread
    o Wyatt, Robert – Rock Bottom
    o Parsons, Gram – Grievous Angel
    o Eno, Brian – Another Green World
    o Dictators – Go Girl Crazy!
    o Neu! – ‘75
    o Led Zeppelin – Physical Graffiti
    o Jarrett, Keith – Köln Concert
    o Aerosmith – Toys in the Attic
    o Bowie, David – Young Americans
    o Burning Spear – Marcus Garvey
    o Springsteen, Bruce – Born to Run
    o Harris, Emmylou – Pieces of the Sky
    o Dion – Born to Be With You
    o Mitchell, Joni – Hissing of Summer Lawns
    o Burman, Rahul Dev – Shalimar (Soundtrack)
    o Young, Neil – Tonight’s the Night
    o Dylan, Bob – Blood on the Tracks
    o Smith, Patti – Horses
    o Pink Floyd – Wish You Were Here
    o Queen – A Night at the Opera
    o Nelson, Willie – Red Headed Stranger
    o Earth, Wind & Fire – That’s the Way of the World
    o Mayfield, Curtis – There’s No Place Like America Today
    o Petty, Tom & the Heartbreakers - Tom Petty & the Heartbreakers (1st Album)
    o Modern Lovers – Modern Lovers [Rec 1972, not released until 1976]
    o Bowie, David – Station to Station
    o Mitchell, Joni – Hejira
    o Boston – Boston (1st Album)
    o Eagles – Hotel California
    o ABBA – Arrival
    o Kiss – Destroyer
    o Rush – 2112
    o Ben, Jorge – África Brasil
    o Armatrading, Joan – Joan Armatrading (1st Album)
    o Aerosmith – Rocks
    o Parliament – Mothership Connection
    o Penguin Café Orchestra – Music from the Penguin Café
    o Jarre, Jean Michel – Oxygene
    o Ramones – Ramones (1st Album)
    o Kuti, Fela – Zombie
    o Tosh, Peter – Legalize It
    o Wonder, Stevie – Songs in the Key of Life
    o Frampton, Peter – Frampton Comes Alive
    o Eno, Brian – Before & After Science
    o Kraftwerk – Trans-Europe Express
    o Joel, Billy – Stranger, the
    o Marley, Bob & the Wailers – Exodus
    o Electric Light Orchestra – Out of the Blue
    o Weather Report – Heavy Weather
    o Muddy Waters – Hard Again
    o Stranglers – Rattus Norvegicus
    o Clash – Clash (1st Album)
    o Bowie, David – Low
    o Steely Dan – Aja
    o Wire – Pink Flag
    o Martyn, John – One World
    o Talking Heads – 77
    o Fleetwood Mac – Rumours
    o Bowie, David – ‘Heroes’
    o Wilson, Dennis – Pacific Ocean Blue
    o Suicide – Suicide (1st Album)
    o Iggy Pop – Idiot, the
    o Gabriel, Peter – Peter Gabriel (I)
    o Television – Marquee Moon
    o Meat Loaf – Bat Out of Hell
    o Costello, Elvis – My Aim is True
    o Iggy Pop – Lust for Life
    o Dury, Ian – New Boots & Panties!!
    o Sex Pistols – Never Mind the Bollocks, Here’s the…
    o Pere Ubu – Modern Dance
    o Kraftwerk – Man Machine
    o Blondie – Parallel Lines
    o Regina, Elís – Vento de Maio
    o Pere Ubu – Dub Housing
    o Only Ones – Only Ones (1st Album)
    o Costello, Elvis – This Year’s Model
    o Jam – All Mod Cons
    o Ely, Joe – Honky Tonk Masquerade
    o Adverts – Crossing the Red Sea with the…
    o Big Star – Third (aka Sister Lovers)
    o Residents – Duck Stab/Buster & Glen
    o Public Image Ltd – Public Image
    o Magazine – Real Life
    o Springsteen, Bruce – Darkness on the Edge of Town
    o Funkadelic – One Nation Under a Groove
    o Throbbing Gristle – DOA: Third & Final Report
    o Thin Lizzy – Live & Dangerous
    o Talking Heads – More Songs About Buildings & Food
    o Buzzcocks – Another Music in a Different Kitchen
    o Van Halen – Van Halen (1st Album)
    o Colón, Willie & Rubén Blades – Siembra
    o Cars – Cars (1st Album)
    o Devo – Q: Are We Not Men? A: We Are Devo
    o Dire Straits – Dire Straits (1st Album)
    o Saints – Eternally Yours
    o Gaye, Marvin – Here, My Dear
    o Nelson, Willie – Stardust
    o Chic – C’est Chic
    o X-ray Spex – Germ Free Adolescents
    o Eno, Brian – Ambient 1: Music for Airports
    o Siouxsie & the Banshees – Scream, the
    o AC/DC – Highway to Hell
    o Sister Sledge – We Are Family
    o Crusaders – Street Life
    o Germs – GI
    o B52s – B52s (1st Album)
    o Czukay, Holger – Movies
    o Police – Reggatta de Blanc
    o Fall – Live at the Witch Trials
    o Talking Heads – Fear of Music
    o Joy Division – Unknown Pleasures
    o Chic – Risqué
    o Undertones – Undertones (1st Album)
    o Clash – London Calling
    o Japan – Quiet Life
    o Faithfull, Marianne – Broken English
    o Slits – Cut
    o Costello, Elvis – Armed Forces
    o Young, Neil – Rust Never Sleeps
    o Gang of Four – Entertainment!
    o Cheap Trick – At Budokan
    o Fleetwood Mac – Tusk
    o Pink Floyd – Wall, the
    o Public Image Ltd – Metal Box
    o Jackson, Michael – Off the Wall
    o Damned – Machine Gun Etiquette
    o Numan, Gary – Pleasure Principle
    o Specials – Specials (1st Album)


    1980s

    o Adam & the Ants – Kings of the Wild Frontier
    o Dexys Midnight Runners – Searching for the Young Soul Rebels
    o AC/DC – Back in Black
    o Cramps – Songs the Lord Taught Us
    o Dead Kennedys – Fresh Fruit for Rotting Vegetables
    o Gabriel, Peter – Peter Gabriel (III)
    o Soft Boys – Underwater Moonlight
    o Cure – Seventeen Seconds
    o Echo & the Bunnymen – Crocodiles
    o Motörhead – Ace of Spades
    o Killing Joke – Killing Joke (1st Album)
    o Judas Priest – British Steel
    o Circle Jerks – Group Sex
    o Talking Heads – Remain in Light
    o Joy Division – Closer
    o Iron Maiden – Iron Maiden (1st Album)
    o Undertones – Hypnotised
    o Jam – Sound Affects
    o Waits, Tom – Heartattack & Vine
    o UB40 – Signing Off
    o Teardrop Explodes – Kilimanjaro
    o Specials – More Specials
    o Winwood, Steve – Arc of a Diver
    o Pretenders – Pretenders (1st Album)
    o Einstürzende Neubauten – Kollaps
    o Siouxsie & the Banshees – Juju
    o Heaven 17 – Penthouse & Pavement
    o Go-Gos – Beauty & the Beat
    o Motörhead – No Sleep ‘Til Hammersmith
    o Soft Cell – Non Stop Erotic Cabaret
    o Orchestral Manoeuvres in the Dark – Architecture & Morality
    o Eno, Brian & David Byrne – My Life in the Bush of Ghosts
    o Black Flag – Damaged
    o X – Wild Gift
    o Psychedelic Furs – Talk, Talk, Talk
    o Human League – Dare
    o Gun Club – Fire of Love
    o Bauhaus – Mask
    o Womack, Bobby – Poet
    o Tom Tom Club – Tom Tom Club (1st Album)
    o Rush – Moving Pictures
    o ABBA – Visitors
    o ABC – Lexicon of Love
    o Prince – 1999
    o Grandmaster Flash & the Furious Five – Message, the
    o Costello, Elvis – Imperial Bedroom
    o Cure – Pornography
    o Dexys Midnight Runners – Too Rye Ay
    o Simple Minds – New Gold Dream (81, 82, 83, 84)
    o Madness – Rise & Fall
    o Fagen, Donald – Nightfly
    o Haircut One Hundred – Pelican West
    o Bush, Kate – Dreaming, the
    o Orange Juice – Rip it Up
    o Jackson, Michael – Thriller
    o Birthday Party – Junkyard
    o Venom – Black Metal
    o Springsteen, Bruce – Nebraska
    o Associates – Sulk
    o Iron Maiden – Number of the Beast
    o Duran Duran – Rio
    o Violent Femmes – Violent Femmes (1st Album)
    o McLaren, Malcolm – Duck Rock
    o Def Leppard – Pyromania
    o REM – Murmur
    o The The – Soul Mining
    o Waits, Tom – Swordfishtrombones
    o Blue Nile – A Walk Across the Rooftops
    o Hanoi Rocks – Back to Mystery City
    o Lauper, Cyndi – She’s So Unusual
    o Simon, Paul – Hearts & Bones
    o Echo & the Bunnymen – Porcupine
    o ZZ Top – Eliminator
    o Eurythmics – Sweet Dreams (Are Made of This)
    o U2 – War
    o Police – Synchronicity
    o Meat Puppets – II
    o Culture Club – Colour by Numbers
    o Frankie Goes to Hollywood – Welcome to the Pleasuredome
    o Run DMC – Run DMC (1984)
    o Sade – Diamond Life
    o Cocteau Twins – Treasure
    o Minor Threat – Out of Step
    o Van Halen – 1984
    o Prince – Purple Rain
    o Replacements – Let it Be
    o Style Council – Café Bleu
    o Turner, Tina – Private Dancer
    o Echo & the Bunnymen – Ocean Rain
    o Minutemen – Double Nickels on the Dime
    o Cole, Lloyd & the Commotions – Rattlesnakes
    o N’Dour, Youssou – Immigrés
    o Springsteen, Bruce – Born in the USA
    o Fall – This Nation’s Saving Grace
    o Ibrahim, Abdullah – Water from an Ancient Well
    o Aha – Hunting High & Low
    o Tears for Fears – Songs from the Big Chair
    o Dire Straits – Brothers in Arms
    o Prefab Sprout – Steve McQueen (aka Two Wheels Good)
    o Mekons – Fear & Whiskey
    o Big Black – Atomizer
    o Vega, Suzanne – Suzanne Vega (1st Album)
    o Pogues – Rum, Sodomy & the Lash
    o Bush, Kate – Hounds of Love
    o Smiths – Meat is Murder
    o Waits, Tom – Rain Dogs
    o Jesus & Mary Chain – Psychocandy
    o New Order – Low Life
    o Simply Red – Picture Book
    o Dexys Midnight Runners – Don’t Stand Me Down
    o Scritti Politti – Cupid & Psyche 85
    o Costello, Elvis – Blood & Chocolate
    o Afrika Bambaataa & the Soul Sonic Force – Planet Rock: The Album
    o Beastie Boys – Licensed to Ill
    o Metallica – Master of Puppets
    o The The – Infected
    o Griffith, Nanci – Last of the True Believers
    o Bragg, Billy – Talking with the Taxman About Poetry
    o Talk Talk – Colour of Spring
    o Megadeth – Peace Sells… But Who’s Buying?
    o Bon Jovi – Slippery When Wet
    o Sonic Youth – Evol
    o Slayer – Reign in Blood
    o Throwing Muses – Throwing Muses (1986)
    o Simon, Paul – Graceland
    o Run DMC – Raising Hell
    o XTC – Skylarking
    o Earle, Steve – Guitar Town
    o Bad Brains – I Against I
    o Baker, Anita – Rapture
    o Smiths – Queen is Dead
    o Gabriel, Peter – So
    o Anthrax – Among the Living
    o Dinosaur Jr – You’re Living All Over Me
    o Parton, Dolly with Linda Ronstadt & Emmylou Harris – Trio
    o Def Leppard – Hysteria
    o REM – Document
    o Prince – Sign ‘O’ the Times
    o Cult – Electric
    o Depeche Mode – Music for the Masses
    o Sisters of Mercy – Floodland
    o Michael, George – Faith
    o Hüsker Dü – Warehouse: Songs & Stories
    o Butthole Surfers – Locust Abortion Technician
    o Piazzolla, Astor & Gary Burton – New Tango
    o Smiths – Strangeways Here We Come
    o Guns N’ Roses – Appetite for Destruction
    o Jesus & Mary Chain – Darklands
    o Ladysmith Black Mambazo – Shaka Zulu
    o Laibach – Opus Dei
    o Napalm Death – Scum
    o Sonic Youth – Sister
    o Triffids – Calenture
    o Jackson, Michael – Bad
    o Pet Shop Boys – Actually
    o U2 – Joshua Tree
    o D’Arby, Terence Trent – Introducing the Hardline According to…
    o Pogues – If I Should Fall from Grace with God
    o Cohen, Leonard – I’m Your Man
    o Waterboys – Fisherman’s Blues
    o Fishbone – Truth & Soul
    o Everything But the Girl – Idlewild
    o Living Colour - Vivid
    o Mudhoney – Superfuzz Bigmuff
    o REM – Green
    o Happy Mondays – Bummed
    o Go Betweens – 16 Lovers Lane
    o Cowboy Junkies – Trinity Session
    o Chapman, Tracy – Tracy Chapman (1st Album)
    o My Bloody Valentine – Isn’t Anything
    o Pixies – Surfer Rosa
    o Metallica – And Justice for All
    o Dinosaur Jr – Bug
    o Krause, Dagmar – Tank Battles
    o lang, k.d. – Shadowland
    o American Music Club – California
    o Morrissey – Viva Hate
    o Sonic Youth – Daydream Nation
    o Sugarcubes – Life’s Too Good
    o Yoakam, Dwight – Beuenas Noches from a Lonely Roomn
    o Jane’s Addiction – Nothing’s Shocking
    o Public Enemy – It Takes a Nation of Millions to Hold Us Back
    o Faith No More – Real Thing
    o Kravtiz, Lenny – Let Love Rule
    o Hooker, John Lee – Healer, the
    o New Order – Technique
    o Madonna – Like a Prayer
    o Queen Latifah – All Hail the Queen
    o Spacemen 3 – Playing with Fire
    o fIREHOSE – fROMOHIO
    o Beastie Boys – Paul’s Boutique
    o Young Gods – Eau Rouge, l’
    o Zorn, John – Spy vs Spy: Music of Ornette Coleman
    o Stone Roses – Stone Roses (1st Album)
    o Cherry, Neneh – Raw Like Sushi
    o Maal, Baaba & Mansour Seck – Djam Leelii
    o Bush, Kate – Sensual World
    o Cure – Disintegration
    o 808 State – 808:90
    o Coldcut – What’s That Noise?
    o Adamson, Barry – Moss Side Story
    o Aerosmith – Pump
    o Pixies – Doolittle
    o Raitt, Bonnie – Nick of Time
    o Fugazi – Repeater
    o Soul II Soul – Club Classics: Vol One
    o De La Soul – 3 Feet High & Rising
    o Jackson, Janet – Rhythm Nation 1814
    o Jungle Brothers – Done by the Forces of Nature
    o NWA – Straight Outta Compton


    1990s

    o Cocteau Twins – Heaven or Las Vegas
    o Shamen – En-Tact
    o Deee Lite – World Clique
    o La’s – La’s
    o Black Crowes – Shake Your Money Maker
    o Depeche Mode – Violator
    o Pixies – Bossanova
    o Megadeth – Rust in Peace
    o Digital Underground – Sex Packets
    o Pet Shop Boys – Behaviour
    o Happy Mondays – Pills ‘n’ Thrills and Bellyaches
    o Michael, George – Listen Without Prejudice: Vol 1
    o Young, Neil – Ragged Glory
    o Ice Cube – AmeriKKKa’s Most Wanted
    o Jane’s Addiction – Ritual de lo Habitual
    o LL Cool J – Mama Said Knock You Out
    o Public Enemy – Fear of a Black Planet
    o O’Connor, Sinéad – I Do Not Want What I Haven’t Got
    o Tribe Called Quest, a – People’s Instinctive Travels & the Paths of Rhythm
    o Sonic Youth – Goo
    o Ride – Nowhere
    o My Bloody Valentine – Loveless
    o Nirvana – Nevermind
    o Crowded House – Woodface
    o Cypress Hill – Cypress Hill (1st Album)
    o Cope, Julian – Peggy Suicide
    o Gang Starr – Step in the Arena
    o MC Solaar - Qui Sème le Vent Récolte le Tempo
    o Jah Wobble – Rising Above Bedlam
    o Red Hot Chili Peppers – Blood Sugar Sex Magik
    o Ice T – OG: Original Gangster
    o Mudhoney – Every Good Boy Deserves Fudge
    o Public Enemy – Apocalypse 91… Enemy Strikes Back
    o Tribe Called Quest, a – Low End Theory
    o Pearl Jam – Ten
    o Saint Etienne – Foxbase Alpha
    o Sepultura – Arise
    o Slint – Spiderland
    o U2 – Achtung Baby
    o KLF – White Room
    o Massive Attack – Blue Lines
    o Primal Scream – Screamadelica
    o Teenage Fanclub – Bandwagonesque
    o Metallica – Metallica [aka Black Album]
    o Pavement – Slanted & Enchanted
    o Aphex Twin – Selected Ambient Works 85-92
    o Arrested Development – 3 Years, 5 Months & 2 Days in the Life of…
    o Olomidé, Koffi – Haut de Gamme: Koweït, Rive Gauche
    o Morrissey – Your Arsenal
    o Maal, Baaba – Lam Toro
    o Lemonheads – It’s a Shame About Ray
    o Rage Against the Machine - Rage Against the Machine (1st Album)
    o Disposable Heroes of Hiphoprisy – Hypocrisy is the Greatest Luxury
    o lang, k.d. – Ingénue
    o Dr Dre – Chronic, the
    o REM – Automatic for the People
    o Pharcyde – Bizarre Ride II the…
    o Spiritualized – Lazer Guided Melodies
    o Sugar – Copper Blue
    o Waits, Tom – Bone Machine
    o Sonic Youth – Dirty
    o Stereo MCs – Connected
    o Ministry – Psalm 69 (Way to Succeed and the Way to Suck Eggs)
    o Amos, Tori – Little Earthquakes
    o Ice Cube – Predator
    o Pantera – Vulgar Display of Power
    o Alice in Chains – Dirt
    o Cave, Nick & the Bad Seeds – Henry’s Dream, by…
    o Khan, Nusrat Fateh Ali – Devotional Songs
    o Harvey, P.J. – Dry
    o Suede – Suede (1st Album)
    o Weller, Paul – Wild Wood
    o Smashing Pumpkins – Siamese Dream
    o Auteurs – New Wave
    o Phair, Liz – Exile in Guyville
    o Afghan Whigs – Gentlemen
    o Mann, Aimee – Whatever
    o Grant Lee Buffalo – Fuzzy
    o Nirvana – In Utero
    o Jamiroquai – Emergency on Planet Earth
    o Pet Shop Boys – Very
    o Harvey, P.J. – Rid of Me
    o Blur – Modern Life is Rubbish
    o Crow, Sheryl – Tuesday Night Music Club
    o Fall – Infotainment Scan
    o Wu Tang Clan – Enter the Wu Tang (36 Chambers)
    o Björk – Debut
    o Orbital – Orbital [aka Brown Album]
    o Snoop Doggy Dogg – Doggystyle
    o Sebadoh – Bubble & Scrape
    o Boo Radleys – Giant Steps
    o Orbit, William – Strange Cargo: III
    o Method Man – Tical
    o Black, Frank – Teenager of the Year
    o Girls Against Boys – Venus Luxure No 1 Baby
    o Jeru the Damaja – Sun Rises in the East
    o Pavement – Crooked Rain, Crooked Rain
    o Portishead – Dummy
    o Sabres of Paradise – Haunted Dancehall
    o Nas – Illmatic
    o Beastie Boys – Ill Communication
    o Costello, Elvis – Brutal Youth
    o Morrissey – Vauxhall & I
    o TLC – CrazySexyCool
    o Oasis – Definitely Maybe
    o Soundgarden – Superunknown
    o Offspring – Smash
    o Drive Like Jehu – Yank Crime
    o Blur – Parklife
    o G Love & Special Sauce - G Love & Special Sauce (1994)
    o Touré, Ali Farka – Talking Timbuktu
    o Hole – Live Through This
    o Massive Attack – Protection
    o Manic Street Preachers – Holy Bible
    o Suede – Dog Man Star
    o Notorious BIG – Ready to Die
    o Buckley, Jeff – Grace
    o Orbital – Snivilisation
    o Nirvana – MTV Unplugged in New York
    o Nine Inch Nails – Downward Spiral
    o Prodigy – Music for the Jilted Generation
    o Green Day – Dookie
    o Foo Fighters – Foo Fighters (1st Album)
    o Garbage – Garbage (1st Album)
    o Nightmares on Wax – Smokers Delight
    o Tricky – Maxinquaye
    o Raekwon – Only Built 4 Cuban Linx
    o Smashing Pumpkins – Mellon Collie & the Infinite Sadness
    o Rocket from the Crypt – Scream, Dracula, Scream
    o Chemical Brothers – Exit Planet Dust
    o 2Pac – Me Against the World
    o Elastica – Elastica (1st Album)
    o Supergrass – I Should Coco
    o Radiohead – Bends, the
    o Guided by Voices – Alien Lanes
    o Kuti, Femi – Femi Kuti (1995)
    o Verve – A Northern Soul
    o Genius GZA – Liquid Swords
    o Pulp – Different Class
    o Leftfield – Leftism
    o D’Angelo – Brown Sugar
    o Oasis – (What’s the Story) Morning Glory?
    o Goldie – Timeless
    o Morissette, Alanis – Jagged Little Pill
    o Screaming Trees – Dust
    o Super Furry Animals – Fuzzy Logic
    o Fatboy Slim – Better Living Through Chemistry
    o Dr Octagon – Dr Octagonecologyst
    o Stereolab – Emperor Tomato Ketchup
    o Tortoise – Millions Now Living Will Never Die
    o Beck – Odelay
    o Belle & Sebastian – Tigermilk
    o DJ Shadow – Endtroducing
    o Eels – Beautiful Freak
    o Divine Comedy – Casanova
    o Apple, Fiona – Tidal
    o Wilco – Being There
    o Sepultura – Roots
    o Adamson, Barry – Oedipus Schmoedipus
    o Fun Lovin’ Criminals – Come Find Yourself
    o Maxwell – Urban Hang Suite
    o Charlatans – Tellin’ Stories
    o Manic Street Preachers – Everything Must Go
    o Everything But the Girl – Walking Wounded
    o Cave, Nick & the Bad Seeds – Murder Ballads
    o Bukem, LTJ – Logical Progression
    o Underworld – Second Toughest in the Infants
    o Jon Spencer Blues Explosion – Now I Got Worry
    o Cardigans – First Band on the Moon
    o Marilyn Manson – Antichrist Superstar
    o Fugees – Score, the
    o Ash – 1977
    o Belle & Sebastian – If You’re Feeling Sinister
    o Blur – Blur (1997)
    o Radiohead – OK Computer
    o Quaye, Finley – Maverick a Strike
    o Elliott, Missy Misdemeanor – Supa Dupa Fly
    o Chemical Brothers – Dig Your Own Hole
    o Primal Scream – Vanishing Point
    o Wyatt, Robert – Shleep
    o Holmes, David – Let’s Get Killed
    o Sleater Kinney – Dig Me Out
    o Prodigy – Fat of the Land
    o Buena Vista Social Club - Buena Vista Social Club (1997)
    o Cave, Nick & the Bad Seeds – Boatman’s Call
    o Divine Comedy – A Short Album About Love
    o Cornershop – When I was Born for the 7th Time
    o Daft Punk – Homework
    o Williams, Robbie – Life Thru a Lens
    o Carey, Mariah – Butterfly
    o Supergrass – In it for the Money
    o Dylan, Bob – Time Out of Mind
    o Size, Roni & Reprazent – New Forms
    o Smith, Elliott – Either/Or
    o Verve – Urban Hymns
    o Spiritualized – Ladies & Gentlemen, We are Floating in Space
    o Dandy Warhols – Dandy Warhols (1997)
    o Dylan, Bob – Bootleg Series Vol 4: Live 1966 [rec: 1966 at Free Trade Hall, Manchester]
    o Chao, Manu – Clandestino
    o Bragg, Billy & Wilco – Mermaid Avenue
    o Turbonegro – Apocalypse Dudes
    o Fatboy Slim – You’ve Come a Long Way, Baby
    o Gray, David – White Ladder
    o Williams, Lucinda – Car Wheels on a Gravel Road
    o Pulp – This is Hardcore
    o Madonna – Ray of Light
    o Hill, Lauryn – Miseducation of…
    o Hole – Celebrity Skin
    o Mercury Rev – Deserter’s Songs
    o System of a Down - System of a Down (1st Album)
    o Queen of the Stone Age - Queen of the Stone Age (1st Album)
    o Air – Moon Safari
    o Singh, Talvin – OK
    o Korn – Follow the Leader
    o Khalèd, (Cheb) – Kenza
    o Kid Rock – Devil Without a Cause
    o Boards of Canada – Music Has the Right to Children
    o Suba - São Paulo Confessions
    o XTC – Apple Venus: Volume 1
    o Skunk Anansie – Post Orgasmic Chill
    o Incubus – Make Yourself
    o Magnetic Fields – 69 Love Songs
    o Travis – Man Who
    o Slipknot – Slipknot (1st Album)
    o Orton, Beth – Central Reservation
    o Sawhney, Nitin – Beyond Skin
    o Death in Vegas – Contino Sessions
    o Moby – Play
    o Flaming Lips – Soft Bulletin
    o Rhymes Digitales, les – Darkdancer
    o Tigre, le – Tigre, le (1999)
    o Eminem – Slim Shady LP
    o Spears, Britney – Baby One More Time
    o Metallica – S&M
    o Bonnie Prince Billy – I See a Darkness
    o Shack – HMS Fable
    o Basement Jaxx – Remedy
    o Red Hot Chili Peppers – Californication
    o Sigur Rós – Ágætis Byrjun


    2000s

    o Doves – Lost Souls
    o Air – Virgin Suicides: Original Motion Picture Score
    o Adams, Ryan – Heartbreaker
    o Gilberto, Bebel – Tanto Tempo
    o Cole, MJ – Sincere
    o Harris, Emmylou – Red Dirt Girl
    o Limp Bizkit – Chocolate Starfish & the Hot Dog Flavored Water
    o Radiohead – Kid A
    o U2 – All That You Can’t Leave Behind
    o Linkin Park – Hybrid Theory
    o Smith, Elliott – Figure 8
    o Badly Drawn Boy – Hour of Bewilderbeast
    o Harvey, P.J. – Stories from the City, Stories from the Sea
    o Badu, Erykah – Mama’s Gun
    o Coldplay – Parachutes
    o Common – Like Water for Chocolate
    o Ladd, Mike – Welcome to the Afterfuture
    o Red Snapper – Our Aim is to Satisfy
    o Eminem – Marshall Mathers LP
    o Goldfrapp – Felt Mountain
    o Giant Sand – Chore of Enchantment
    o Lambchop – Nixon
    o Lemper, Ute – Punishing Kiss
    o Madonna – Music
    o Avalanches – Since I Left You
    o OutKast – Stankonia
    o Radiohead – Amnesiac
    o Silver Jews – Bright Flight
    o Björk – Vespertine
    o Gorillaz – Gorillaz (1st Album)
    o Adams, Ryan – Gold
    o Destiny’s Child – Survivor
    o Strokes – Is This It
    o Welch, Gillian – Time (The Revelator)
    o Gotan Project – Revancha del Tango, la
    o White Stripes – White Blood Cells
    o Beta Band – Hot Shots II
    o Jay Z – Blueprint
    o Röyksopp – Melody AM
    o Drive-By Truckers – Southern Rock Opera
    o Super Furry Animals – Rings Around the World
    o Jurassic 5 – Power in Numbers
    o Wilco – Yankee Hotel Foxtrot
    o Ms Dynamite – A Little Deeper
    o Bees – Sunshine Hit Me
    o Jones, Norah – Come Away with Me
    o Coldplay – A Rush of Blood to the Head
    o Coral – Coral (2002)
    o Cash, Johnny – American IV: Man Comes Around
    o Flaming Lips – Yoshimi Battles the Pink Robots
    o Doves – Last Broadcast
    o Elliott, Missy – Under Construction
    o Springsteen, Bruce – Rising, the
    o Aguilera, Christina – Stripped
    o Roots – Phrenology
    o Beck – Sea Change
    o Timberlake, Justin – Justified
    o Vines – Highly Evolved
    o Hives – Your New Favourite Band
    o Radiohead – Hail to the Thief
    o Winehouse, Amy – Frank
    o Calexico – Feast of Wire
    o Darkness – Permission to Land
    o White Stripes – Elephant
    o Dizzee Rascal – Boy in da Corner
    o Kings of Leon – Youth & Young Manhood
    o Thrills – So Much for the City
    o Yeah Yeah Yeahs – Fever to Tell
    o OutKast – Speakerboxxx/Love Below
    o 50 Cent – Get Rich or Die Tryin’
    o Mars Volta – Deloused in the Comatorium
    o Lightning Bolt – Wonderful Rainbow
    o Wainwright, Rufus – Want One
    o Scissor Sisters – Scissor Sisters (1st Album)
    o Morrissey – You Are the Quarry
    o Björk – Medúlla
    o Mylo – Destroy Rock & Roll
    o Wilson, Brian – SMiLE
    o Icarus Line – Penance Soirée
    o Arcade Fire – Funeral
    o Banhart, Devendra – Rejoicing in the Hands
    o Cave, Nick & the Bad Seeds – Abattoir Blues/Lyre of Orpheus
    o Franz Ferdinand – Franz Ferdinand (1st Album)
    o N*E*R*D – Fly or Die
    o Beta Band – Heroes to Zeros
    o Ozamatli – Street Signs
    o Libertines – Libertines (1st Album)
    o West, kanYe – College Dropout
    o Green, Cee-Lo – Is the Soul Machine
    o TV on the Radio – Desperate Youth, Blood Thirsty Babes
    o Liars – They Were Wrong, So We Drowned
    o Streets – A Grand Don’t Come for Free
    o Wainwright, Rufus – Want Two
    o Zutons – Who Killed the Zutons?
    o Killers – Hot Fuss
    o Kings of Leon – Aha Shake Heartbreak
    o MIA (UK) – Arular
    o Beck – Guero
    o White Stripes – Get Behind Me Satan
  • II Cultura Rock

    23 nov 2007, 22:58

    Dia 11 de novembro, em Votorantim, aconteceu a segunda edição do Projeto Cultura Rock. E eu tava lá.


    Eis o release e meus comentários sobre o evento, confiram o som das bandas nos MySpaces postados abaixo:

    ACONTECE EM NOVEMBRO SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO QUE RESGATA ASPECTO CULTURAL E FILOSOFICO DO ROCK O projeto Cultura Rock é um evento gratuito que reúne shows de bandas de rock cujo trabalho musical apresenta engajamento filosófico/ideológico e que contribua para o aprimoramento intelectual do público ouvinte. Ademais, o Cultura Rock funciona como um espaço para outras manifestações culturais e/ou profissionais relacionadas ao rock como dança, cinema, literatura, fotografia, desenho, artes plásticas, etc, sempre com o objetivo de expansão de consciência e cultura do público, que troca e adquire novas informações. Com apoio da Secretaria de Cultura de Votorantim, do projeto Provocare e da revista Rock Hard-Valhalla, o projeto foi idealizado a partir de uma observação no sentido de que o rock, a música e as artes em geral estão se distanciando cada vez mais de seu propósito essencial que é a expansão de consciência e aprimoramento intelectual e cultural da sociedade. Para que a arte não seja tratada apenas como um produto de consumo e passatempo vil, o Cultura Rock vem resgatar seu aspecto engajado, especialmente do rock, que tanta diferença fez nas décadas de 60, 70 e 80. “É preciso que as artes em geral recuperem seus reais valores. Ao longo dos anos, a música, o cinema, a literatura, etc, foram corrompidas pelo capitalismo ou ganharam sentido tão fútil que ao invés de servirem como agentes de progresso, elas mantêm o povo preso na gaiola da alienação. O rock sempre agiu na contramão disso tudo, mas há anos que também acabou sendo vendido ao sistema”, explica o jornalista Eliton Tomasi, editor da revista Rock Hard-Valhalla e coordenador do projeto Cultura Rock.
    A primeira edição do Cultura Rock aconteceu em julho do ano passado em Votorantim e trouxe shows das bandas Laudany, Banda do Sol e Amyr Cantusio Jr, além de exposição de fotos de Flávio Hopp, fotógrafo das revistas Rock Hard-Valhalla e Comando Rock. Sucesso de público, o projeto teve ampla cobertura na imprensa regional e foi registrado em vídeo e lançado em DVD. Também em Votorantim, a segunda edição do projeto acontecerá no próximo dia 11 de novembro a partir das 17hs e esse ano reunirá especialmente bandas de rock progressivo e fusion/jazz rock, duas vertentes caracterizadas pela sofisticação e erudição musical. “Segmentos como o rock progressivo e o jazz-rock, por não serem estilos musicais de fácil assimilação pelas massas, ainda apresenta bandas e artistas com reais valores intactos. Aliados a uma musicalidade de alto nível, há toda uma temática e ideologia que podem levar o ouvinte a vários níveis de reflexão, seja social, político ou metafísico. E esse sempre foi e deve ser o propósito de qualquer direcionamento musical ou artístico, pois qual o sentido de uma arte vazia, ordinária e efêmera?”, questiona Eliton. Com o mesmo engajamento e característica da primeira edição, o Cultura Rock será realizado no Auditório Francisco Beranger e para entrada será cobrado um livro usado a ser doado à biblioteca municipal de Votorantim. “Atualmente há vários programas do governo e instituições sociais cuidando de problemas relacionados à fome, saúde, habitação, etc, mas em termos de educação nosso país é ainda muito desamparado. Com o Cultura Rock 2007 não só proporcionaremos um evento musical de alto nível artístico e cultural para quem se interessa por rock progressivo e jazz, como possibilitaremos que toda a sociedade tenha mais acesso ao conhecimento através das doações de livros à Biblioteca Municipal de Votorantim”, completou Eliton.

    AS ATRAÇÕES

    Apocalypse: Ícone do rock progressivo brasileiro, os gaúchos do Apocalypse são certamente a maior referência do estilo hoje no país.
    Com mais de 20 anos de carreira, oito álbuns lançados - incluindo um duplo ao vivo gravado durante a turnê do grupo pelos Estados Unidos - o Apocalypse possui seus CDs lançados pela gravadora européia MUSEA. Nesta apresentação especial para o Cultura Rock 2007, os músicos estarão lançando o novo DVD gravado ao vivo em Niterói, no Rio de Janeiro, que marca a nova fase do grupo com composições cantadas em inglês. Essa será a primeira apresentação do grupo no interior paulista e eles varrerão toda sua carreira apresentando obras musicais que se tornaram verdadeiros clássicos do progressivo brasileiro além de novas composições que já foram registradas no segundo DVD previsto para ser lançado em 2008. A banda é formada por Gustavo Demarchi (vocal e flauta), Ruy Fritsch (Guitarra), Magoo Wise (baixo), Eloy Fritsch (Teclados) e Chico Fasoli (bateria).

    O show da Apocalypse foi muito bom. Apesar de conhecer muito pouco da banda no dia do evento curti demais. Na semana anterior ao show eu encontrei o Disco Aurora Dos Sonhos, não lançado no Brasil, na internet. Ouvi o álbum a semana inteira, sem parar, o som me hipnotizou, a música Vindo das Estrelas é pura viagem.
    Um dia antes do show, encontrei, no site do fã-clube da banda, o EP Magic disponível pra download. Ai tomei contato com a nova formação da banda, letras em ingles, os vocais diferentes e muito bons do Gustavo Demarchi, etc.
    No show, comprei o DVD deles, ao vivo no Rio, que álias está muito bom, muito bem acabado, capa, encarte interno, muito bonito, além, é claro, de uma apresentação sensacional. Ao final do evento fui aos camarins com mais alguns caras, fomos muito bem recebidos pela banda, foram muito gentis, batemos papo com Gustavo e Eloy principalmente, além dos outros, rolou autógrafo e foto.

    Clique na foto para ampliar
    Site Oficial: http://www.apocalypseband.com
    MySpace: http://www.myspace.com/apocalypsebr


    Lumina Project: Trio instrumental de free-jazz/fusion que conta com músicos gabaritados e de currículos respeitadíssimos. O baterista Fabio Fernandes que já tocou com Rogério Duprat e Hermeto Pascoal segura a cozinha ao lado do renomado baixista Sizão Machado que é famoso pelo seu trabalho junto a Elis Regina, Chico Buarque, Djavan, Milton Nascimento, Ivan Lins, Chet Baker, entre muitos outros. A formação é completada pelo guitarrista Johny Murata que tem uma carreira sólida no campo da world music e música indiana. Essa será a primeira apresentação do trio e eles mostrarão músicas de seu primeiro CD auto-intitulado lançado de forma independente em julho desse ano.
    Os primeiros da noite, que não poderia ter sido aberta de melhor forma. Do Lumina eu não achei nada na net, e a curiosidade era grande, afinal, só de ver os currículos dos caras ai em cima já dá pra imaginar que vinha coisa boa, e veio!
    Jazz fusion de primeira, bateria muito bem tocada, guiando a música num ritmo quebrado, enquanto a guitarra viaja livremente e o baixo faz linhas sólidas e incríveis, aumentando a beleza de tudo. Logo no começo fiquei de cara no chão, foi fantástico ouvir e ver aquilo, o entrosamento dos três, o desenrolar dos temas, o jeito de cada um tocar se juntava e dava um resultado muito bom.
    Ao final, fui eu lá pro camarim, e como tinha comprado o CD, pedi autógrafo e tirei foto. Os três muito simpáticos também, o baterista, Fabio sempre com um sorrisão no rosto, e Sizão e Johny muito atenciosos.

    Clique na foto para ampliar
    MySpace: http://www.myspace.com/Luminaproject


    Alpha III & Veronikka: Amyr Cantusio Jr. é multi-instrumentista, compositor, teósofo, psicanalista ambiental e historiador de música formado pela extensão universitária da Unicamp. Ele é considerado um dos principais músicos do rock progressivo brasileiro. Com mais de 30 anos de carreira liderando o projeto Alpha III, sua discografia inclui 20 Cds e sete LPs lançados no Brasil, Estados Unidos e Itália.
    Reconhecido internacionalmente, ele ganhou o prêmio de melhor tecladista do mundo em vários festivais ao redor do globo: Espanha e Japão em 1986, Canadá em 1991 (Festival de Música Eletrônica Internacional); Itália em 1999 e Green Dolphin Third Anual International Critics and Musicians Poll, na Escandinávia e Holanda. Também foi premiado com a Medalha Carlos Gomes (Câmara de Vereadores de Campinas/SP) pelo primeiro lugar como arranjador e compositor do Projeto Guarani, em 1974. Nessa segunda visita de Amyr Cantusio a Votorantim, ele apresentará o projeto Alpha III & Veronikka que é baseado numa não fixação de normas ou princípios pré-estabelecidos. Seguindo um principio aleatório “Zen”, a idéia do projeto é fazer “acontecer” a música no palco, tendo os sons baseados nos “leitmotiv” (temas centrais) previamente escolhidos. Com influências de nomes como Dead Can Dance, Tangerine Dream, Brian Eno, Klaus Schulze, Art Zoyd & Univers Zero, o show será todo baseado em atonalismo e microtonalismo feitos com teclados e sintetizadores com nuances visuais de roupas, máscaras e mímica.

    Logo após Apocalypse, volto pro auditório meio atrasado, Amyr e Mara já tinham começado a se apresentar. Foram três ou quatro músicas, experimentalismo total, tudo feito na hora, a não ser os vocais e letras de Mara. Amyr reclamou um pouco que não conhecia direito o equipamento, mas mesmo assim é inacreditável ver o que ele fez nos teclados, criando climas e efeitos que se encaixavam muito bem nos vocais hora lentos, hora cheio de sonzinhos, e sempre com ecos. Uma das músicas mais lentas ficou fantástica, Amyr fez muito bem a música enquanto ela cantava, e ficou intercalando efeitos de trovão que caracterizaram a música. E o que era mais impressionante, tudo feito ali na hora.
    Eu, como de costume, fui pros camarins, e munido de um CD do Amyr, adquirido no dia, ganhei meu autógrafo e minha foto com ele mas acabei não tirando foto com a Mara.

    Clique na foto para ampliar
    Site Oficial: http://br.geocities.com/amyr_alpha3
    MySpace: http://www.myspace.com/projectalpha3


    Banda do Sol: Sob textura rock progressivo e referências em nomes como Beatles, Genesis, Yes, Supertramp, Ravi Shankar e Deep Purple, a Banda do Sol é uma das mais antigas e renomadas da região de Sorocaba. Sua música é como um vôo rasante ao centro de energias cósmicas do universo numa atmosfera calma, ativa e em constante movimento. Cada nota possui freqüência exata para inspirar e despertar o conhecimento do Todo universal que é fonte primaria da magia dos sons. Nas letras, uma proposta introspectiva de conhecimento do “eu” e busca por paz presente e futura, objetivo universal de qualquer ser vivo. Formam a banda os experientes músicos Moacir Jr. (vocais/guitarras/violões), César Rodrigues (baixo), Fran Simi (guitarra) e Fábio Luiz (bateria).
    A Banda do Sol promete um novo show cheio de novidades nessa segunda apresentação dentro do projeto Cultura Rock, sem deixar de lado suas principais composições como “Mahavisnu”, “Som do Sol” e “Tempo”.

    Na última apresentação, Fábio, do Lumina, retoma seu lugar na bateria, ele também toca na Banda do Sol. Os outros músicos entraram e começou a apresentação dessa banda que tem um som muito agradável, vocais suaves, belas baladas acústicas, e ótimas passagens de teclado e guitarra. Um ótimo encerramento pra noite. Infelizmente estavam todos muito ocupados desmontando tudo no final e não deu pra tirar foto com eles.
    MySpace: http://www.myspace.com/Bandadosol


    Ao final do evento, fui embora com 2 Cd's, 1 DVD, uma camiseta e os ouvidos cheios das maravilhosas apresentações da noite.
    E que venha o do ano que vem!
  • Descobertas e Achados - parte I

    21 okt 2007, 13:23

    Estou pra escrever aqui faz muito tempo, e de lá pra cá acumulei muita coisa boa pra falar. O grandioso Symphonic Metal do Therion, o Rock meio Blues de um Martin Barre bem diferente do guitarrista do Tull, o Rock Progressivo de uma maravilhosa (e engraçada) banda mineira chamada Cartoon, o Folk Metal da banda russa Troll Gnet El, o Gothic Metal de Lacrimosa, o Jazz Fusion de Chick Corea com a banda Return to Forever, o Samba de Maria Rita em seu novo disco, o Post-Rock de Tortoise, o Prog dos argentinos do Crucis, o Tango também argentino de Astor Piazzolla, o Rock atual com cara de 70's de Witchcraft e, por fim, o Jazz dos grandes Herbie Hancock, Charlie Parker e Art Blakey.
    Vou falar um pouco de algumas dessas bandas/músicos que venho ouvindo do último post pra cá.


    O Therion me foi apresentado por um amigo, amigo esse que nunca dá uma dica ruim!
    Fiquei impressionado com o som da banda, o instrumental muito bem executado, os vocais perfeitos, e o tom de grandiosidade que há em todas as músicas. Uma mistura de Metal, Música Clássica e Ópera na medida certa pra fazer um som magnífico.

    Uma música: The Rise Of Sodom And Gomorrah


    E depois de muito tempo fiz algo que me recriminava por ainda não ter feito: peguei os discos solo do grande Martin Barre. E que surpresa.
    Eu ainda não havia lido nada sobre esses discos, de modo que não sabia o que Martin fazia neles, se era um som mais técnico e virtuoso, ou algo mais progressivo. Fiquei surpreso com o que ouvi. Um Barre mais leve, tocando um Rock mais clássico, com muitas influências de Blues e algumas passagens jazzistícas.
    Barre é muito técnico no Tull, e procura sempre tocar de acordo com a proposta da banda e de cada música. Aqui temos a oportunidade de ouvir ele mais solto, tocando mais livremente.
    Em resumo, Martin Barre solo é bom demais!

    Uma música: Steal


    Cartoon! Mais uma banda mineira que faz um prog de primeira. Há tempos que queria ouvir, e ontem o final da tarde de sábado foi tomada pela audição do disco Bigorna, uma hora e treze minutos de êxtase!
    Músicas fantásticas, instrumental magnífico e vocais inacreditáveis. O disco tem belas baladas e progs magníficos, além de passagens muito divertidas e envolvendo outros gêneros, como Blues e até Honky Tonk!
    O álbum é conceitual e conta "A Verdadeira História do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda", sendo esse o subtítulo do disco. A espada Excalibur é substítuida por um Martelo, o mesmo do álbum anterior da banda, e a história é uma paródia muuito divertida, contando com participações como as do mago Pyter Pen e de Robin Hood.
    Altamente recomendado!
    Uma música: The Last Battle
    Um vídeo: Knights Nightmare

    I Just Want to be King!


    Continua nos próximos posts...
  • Show de Arnaldo Antunes - 15/08 em Sorocaba

    16 aug 2007, 23:31

    E ontem a noite, no Sesc Sorocaba, Arnaldo Antunes fez o show de lançamento de seu CD Qualquer, para um público de 350 pessoas, numa noite que ficará gravada na memória do aniversário de 353 anos da cidade.
    Junto com sua banda, composta de Chico Salem (violão), Betão Aguiar (violão e guitarra) e Marcelo Jeneci (teclados e acordeon), executou faixas do álbum lançado em 2006, além de outros clássicos, alguns covers já lançados em seus álbuns, músicas da época dos Titãs, e algumas inserções que surpreenderam, e encantaram.

    Não peguei a playlist, então posso esquecer de algumas coisas, mas vamos lá.
    Do Qualquer foram tocadas
    Contato imediato, 2 Perdidos, Hotel Fraternité, Lua vermelha, se bem me recordo a primeira do disco e da noite foi Sem você, ou terá sido Qualquer?.
    Eita memória. Se conseguir achar a Playlist posto direitinho aqui depois.
    É difícil comentar uma apresentação desse nível, com músicas como essas, principalmente se você é fã do cara. Todas são músicas lindas, cada uma do seu jeito. A leveza de Contato Imediato, a beleza de Lua Vermelha com a maravilhosa inserção do acordeon de Marcelo Janeci e os versos de 2 Perdidos abaixo são pequenos exemplos da cara do último CD do Arnaldo, e principalmente desse belíssimo show:
    "Mas se eu já te perdi
    Como vou me perder
    Se eu já me perdi
    Quando perdi você"

    Isso fora o espetáculo a parte que é o Arnaldo pulando, dançando, se jogando no show e fazendo muitas doideiras. A idade vem chegado e em certos momentos isso é visível, mas não é nada que não se ofusque instantaneamente diante das cabriolagens do Sr. Antunes.
    Eis ele sentado no canto do palco num dos momentos do Show:


    Minhas fotos não ficaram muito boas porque não podia usar flash lá dentro, ai já viu, mas algumas se salvaram, dá pra guardar de lembrança.

    Os covers foram momentos muito bons no show, como na música Judiaria, de Lupicínio Rodrigues, a versão de Exagerado de Cazuza, e Qualquer coisa, que se não me engano é do Caetano Veloso, e a maravilhosa Acabou chorare.
    Sempre gostei dessa música dos Novos Baianos, na primeira vez que ouvi na voz do Arnaldo fiquei maravilhado, com certeza foi um dos pontos altos do show pra mim.
    Isso sem falar de algumas músicas inesperadas implantadas no meio de outras, como Bandeira Branca de Laércio Alves, tomei um susto quando ele começou a cantar, mas foi muito bom, ele me fez ver, de certa forma, a beleza por trás desses clássicos que não são meu tipo de som.

    Nessa foto abaixo usei flash, logo depois um carinha lá do Sesc estava gesticulando freneticamente atrás do palco me mandando desligar o flash, mas até que valeu a pena:

    Outras músicas tocadas foram O Silêncio, O Buraco do Espelho, O Quê, Socorro, Pedido de Casamento, além dos dois clássicos dos Titãs: Não Vou Me Adaptar e O Pulso.
    Na hora d'O Pulso, dava pra sentir as vibrações da guitarra, como um pulso pulsando.

    Foi um show único, e eu ali sentado na segunda fileira do lado do corredor, de frente pro Arnaldo, uma hora ele desceu do palco e ficou cantando embaixo, depois andou no meio do público.
    Aproveitei também pra comprar um livro dele, o "Tudos". Dei uma olhada por cima, mas não peguei pra ler ainda.
    No final do show ficaram umas 30 pessoas esperando ver se ele vinha autografar CD's e livros e tirar fotos, infelizmente não veio. Não foi dessa vez, mas haverá outras oportunidades.



    Editado: Consegui a Playlist certinha! Ela corrige possíveis errinhos que eu tenha falado acima:
    01 - Qualquer
    02 - Hotel Fraternité
    03 - Saiba
    04 - Sem você
    05 - Fim do dia
    06 - Acabou chorare
    07 - Se Tudo Pode Acontecer
    08 - O Quê
    09 - 2 Perdidos
    10 - Socorro
    11 - Num dia
    12 - As coisas
    13 - Qualquer coisa
    14 - Não Vou Me Adaptar
    15 - Quarto de Dormir
    16 - O Buraco do Espelho - Bandeira Branca
    17 - Contato imediato
    18 - Pedido de Casamento
    19 - O Silêncio
    20 - Luzes
    21 - Judiaria
    22 - Exagerado
    23 - Lua vermelha
    24 - O pulso

    A Faixa 15 é uma música nova, parceria dele e de Marcelo Janeci, com uma bela letra e um ótimo trabalho de Janeci nos teclados. A Foto abaixo mostra Arnaldo e Janeci:


    Pra fechar, um video de Qualquer ao vivo, gravado no início do ano:
  • De Volta ao Prog

    11 aug 2007, 13:28

    Depois de um grande mergulho ao , do qual não pretendo nunca emergir, recomeço minhas audições progressivas, corrigindo algumas falhas e descobrindo coisas novas.

    Mas antes de entrar nas bandas vou falar do livro que comprei, chamado "Essential Mini-Guide to Progressive Rock", eis embaixo a capa:

    Clique na imagem para mais detalhes.

    O livro foi escrito pelo fundador do Prog Archives, Ronald Couture.
    A capa é muito bonita, papel de boa qualidade, mas imagens internas em preto e branco. Gostei do livro, apesar de achar que teria mais páginas de conteúdo, são 60 de texto e o resto é a lista de bandas. Esperava bem mais de texto, além da história do prog, e das épocas e do top 20, sei lá, esperava algumas explicação maior dos segmentos o estilo, coisas do tipo.
    Isso além de algumas pequenas barbaridades, como inserir o Aqualung do Jethro Tull ao invés do óbvio Thick As A Brick no top 20.
    Ainda assim gostei do livro, ele chegou em um mês (veio do Canadá), e custou apenas 30 reais com frete.

    Na minha volta ao prog, como já disse, estou tratando de consertar velhas falhas e me aprofundar no estilo. Exemplos disso são que só havia escutado até hoje um disco do Emerson, Lake & Palmer e um disco do Camel! Dá pra acreditar?
    Do ELP não havia ouvido duas das maiores pérolas, Tarkus e o magnífico Brain Salad Surgery.
    A música Karn Evil 9 é, definitivamente, uma das melhores coisas que já ouvi na vida.
    Depois veio a vez do Camel. Eu só conhecia o álbum Rajaz, então peguei vários, o Mirage é uma obra prima! A música Nimrodel é linda, além de ter uma influência Tolkieniana vista logo de cara no nome da música.
    Depois veio a vez da Holandesa FOCUS. Ouvi várias coisas deles, conheci pouquíssimo deles. A legendária Hocus Pocus é realmente magnífica!
    Essas foram as clássicas que ouvi esses dias, ainda me faltam coisas do Gentle Giant, tenho três trabalhos deles e quero mais. Além disso pretendo reouvir algumas coisa do King Crimson, faz tempo que não escuto.

    Qaunto a coisas novas, destaque pra especial, única, maravilhosa banda Caravan!
    Nunca havia ouvido nada de , estou fascinado com isso. Pretendo explorar muito mais esse tipo de prog. Destaque pra maravilhosa música Nine Feet Underground.
    Peguei também um disco do Porcupine Tree, mas não achei grande coisa quando ouvi, entretanto pretendo ouvir de novo com mais atenção, a primeira vez foi no ônibus, barulhento demais.

    Falarei mais de novas descobertas outro dia. Ando pensando em dar uma explora no prog atual, principalmente os prog metal.
  • Quem disse que o prog morreu? Cálix!

    29 jul 2007, 15:40

    "O prog morreu em 79", "Neo? Nem morto!".
    Essas e mais frases do tipo são facilmente vistas por ai, ditas por muitos fãs de prog. Certos fãs tem dificuldades em ouvir algo que saia um pouco dos medalhões dos 70's, não sei como isso começou, mas há um grande preconceito com neo-prog e outras vertentes mais obscuras como R.I.O. e Zeuhl, por exemplo.
    Quanto ao prog nacional a situação não é muito diferente, principalmente no que se refere ao atual.
    Eu não conhecia nada de prog nacional atual, até ontem, quando consegui material do Cálix. Eu tô embasbacado até agora. Essa banda mineira é simplesmente fantástica!
    O Cálix tem três discos, o de 2000 chamado Canções de Beurin, o de 2002, chamado A Roda, e o mais recente, de 2006, gravado ao vivo e lançado em CD e DVD chamado Ventos de Outono, que nem ainda se encontra aqui na Last.
    O som deles é lindo, quem curte prog precisa ouvir, é fantástico, com uso de flauta e bandolin além dos demais instrumentos, é um som calmo e complexo, bem tocado com belas melodias e ótimas letras viajantes.
    Eis o site da banda: http://www.calix.art.br
    Dêem uma olhada, tem alguns vídeos do DVD onde dá pra sentir como é o som da banda.
    E vejam a sessão de vendas! Eu gostei muito dessa parte, dos preços! Cada um dos três discos custa 20 reais, o DVD sai por 30. Quando tiver uma grana (recentemente fiz um de meus passatempos preferidos: gastei minhas economias todas no sebo) vou comprar correndo.

    Bem, vou terminar o texto com um dos vídeos do DVD presente no site da banda, a música Dança com Devas, simplesmente belíssima. Segue também a letra e a explicaçã do que é Deva.

    Dança com Devas - Cálix


    Dança com Devas - Letra
    Há mais de mil anos, além das cidades
    Havia aldeias, cravadas nos bosques
    Singelas pessoas, mendigos e bruxos
    Erravam em bandos em busca da fonte
    E como em sonho, dançavam com devas
    E como em sonho, dançavam com devas cansados de guerras, perdidos e aflitos
    Faziam fogueiras dos paus destruídos
    E o fogo sereno, luzes, penumbra
    Traziam magia e o povo sorria
    E como em sonho, dançavam com devas
    E como em sonho, dançavam com devas
    Bruxos e magos, em monstros alados
    Espalham feitiço por todo o reinado soltam rebanhos, libertam escravos
    E fazem dos pobres os seus aliados
    E como em sonho, eles dançam com devas
    E como em sonho, eles dançam com devas

    Afinal, o que é Deva?
    Deva é um termo da mitologia Hindu. A Wikipédia descreve como: "Devas são espíritos intimamente ligados e integrados à natureza, trabalhando nela sem questionar. Não são bons nem maus, mas podem ser manipulados pelos humanos para finalidades boas ou ruins. Em um certo ponto de evolução, eles se individualizam, e podem ser confundidos com anjos, ou fadas. Em um certo estado de consciência, algumas pessoas podem vê-los. Podem se apresentar como gnomos, duendes, fadas, sereias, sílfides e outros."
  • Um Mês de Folk Metal

    23 jul 2007, 16:50

    Antes eu ouvia rock nacional, MPB, rock Clássico e muito Rock Progressivo. Álias, continuo ouvindo tudo isso.
    Mas há um mês um amigo me mostrou uma banda chamada Skyclad. Até então tudo que eu havia ouvido de Folk Metal se resumia a Tuatha de Danann, e apenas poucas faixas soltas.
    Skyclad foi o começo de tudo. Eu adorei aquilo nas primeiras audições, o violino junto é maravilhoso!
    Daí em diante não parei mais. Criei essa esse perfil na last em maio, mas uso desde o dia 1 de julho, já foram 1000 e poucas faixas, no mínimo 90% de folk.
    Pra me ajudar a ir explorando esse universo meu amigo, Ricardo, me deu mais algumas dicas, e assim conheci o grandioso Ensiferum, o viajante Moonsorrow (álias, o último álbum do Moonsorrow é o que eu poderia chamar de legítimo Folk Prog Viking Black Metal, perfeito!), e o enérgico SuidAkrA.
    Então fui apresentado ao Spirit Folk Fórum. Conheci muita gente legal lá, fui muito bem recebido e continuei, mais do que nunca, a pesquisa e pegar e ouvir toneladas (ou gigabytes) de folk metal.
    E não só folk metal, diga-se de passagem, mas folk genuíno também, de diversas formas.
    Tem a banda de folk celta Cruachan, da qual gosto muito, a música Fall of Gondolin é perfeita, principalmente pra um viciado em Tolkien como eu. Conheci a banda Falchion, que é um Viking Metal dos bons, pena que só tem um disco, pelo que andei pesquisando o cara que toca acordeon no Korpiklaani era do Falchion.
    Korpiklaani, álias, é uma das minhas preferidas. Alegre e pesado, violino e acordeon com guitarras, simplesmente maravilhoso.
    E a terra gelada e próspera da Finlândia parece ser uma das terras mais férteis pro metal. Finntroll, com seu som regado à humppa, é um dos melhores exemplos de bandas da Finlândia. Finntroll é mágico, é a única palavra pra descrevê-lo. Mágico.
    Mas mais acima eu disse algo errado, não foi só Thuata que já tinha ouvido. Há muuuito tempo um amigo me passou uma música do Týr. Na época eu gostei mas não liguei muito, hoje tenho ouvido bastante, banda muito boa.
    E de Viking Metal, posso fechar falando de uma das bandas que mais me surpreendeu, ótimo som, forte e com letras muito boas. Falo de Turisas.
    Agora falando de folk apenas, sem o peso do metal. Duas bandas muito leves e de belíssimos trabalhos de cordas, relaxantes e muito bem tocados, uma se chama Nebelung, e a outra é uma brasileira, chamada Olam Ein Sof. Ainda de folk, mas diferente das supracitadas, tem a Luar na Lubre, banda da região da Galícia, com um som muito regional e bacana, e a língua é muito bonita, parecida com o português por ser de origem latina, mas tendendo mais pro Espanhol.
    Outras que merecem destaque são La Volée d'castors, do Canadá, o fantástico (pelo menos nos primeiro discos) Clannad, da Irlanda, com letras em Gaélico, genuína música da ilha verde, e nessa língua maravilhosa, e Cantovivo, banda italiana da região de Piemonte, que toca músicas tradicionais, numa língua de uma região próxima da italia, mas diferente do italiano.
    Tem algumas que ainda não explorei como pretendo, como Mägo de Oz, In Extremo e Orphaned Land.
    Mas nem tudo são flores, uma banda que não gostei mesmo foi DoomSword e outra que, apesar de ter ouvido meio por cima, não me agradou, principalmente pelo vocal, que achei estranho, foi TrollfesT.

    É isso, certamente devo ter esquecido uma ou outra banda, mas ainda vou falar mais de folk metal aqui. Agora vou aproveitar esse dia feio, escuro, chuvoso e frio pra ouvir mais música.
  • Jethro Tull: Stockholm 69!

    14 jul 2007, 19:40

    Explorando as funções da last.fm hoje encontrei isso aqui. Parece interessante, vou escrever de vez em quando, embora saiba que provavelmente ninguém lerá.

    Esse dias, por dica de um amigo, descobri um ótimo blog que contém diversas raridades e entre elas está a apresentação do Jethro Tull em Stockholm, de 1969.
    Há tempos que corro atrás dessa gravação completa, alguns falam que o Live in Stockholm é a primeira apresentação gravada do Martin Barre com a banda, de qualquer forma, é simplesmente maravilhoso.
    Composto de 6 faixas clássicas dos primeiros anos do Tull, e mais uma muito interessante chamada Martin's Tune.
    A grande sensação do disco pra mim é a versão de Nothing Is Easy, que possui impressionantes 14 minutos. Impressionantes e arrepiantes, talvez a melhor versão dessa música, apresenta até mesmo gaita no meio, instrumento que até então eu nunca tinha visto nessa música.
    Essa apresentação também foi filmada, e existem dois vídeos no youtube, Back to the Family e To Be Sad is a Mad Way to Be.
    Ainda estou na esperança de encontrar por aí esse vídeo completo.
    Acabo esse pequeno texto com os dois clipes citados acima, respectivamente: